12 JUN 2020

Em live com Allyson, infectologista Fabiano Maximino tira dúvidas sobre Covid-19

Allyson destacou a importância de esclarecimentos a respeito do tema. “É um momento importante para que a população, quem nos acompanha pelas redes sociais, possa tirar suas dúvidas.
Em live com Allyson, infectologista Fabiano Maximino tira dúvidas sobre Covid-19

A Covid-19, doença transmitida pelo Coronavírus, foi o tema da live realizada pelo deputado estadual Allyson Bezerra (Solidariedade) nesta quinta-feira (11), com participação do médico infectologista Dr. Fabiano Maximino.

Allyson destacou a importância de esclarecimentos a respeito do tema. “É um momento importante para que a população, quem nos acompanha pelas redes sociais, possa tirar suas dúvidas. É um tema bastante importante, afinal estamos vivendo pandemia mundial. Convidamos o médico infectologista Dr. Fabiano que atua diretamente no combate a Covid-19 em Mossoró”, afirmou.

Fabiano Maximino destacou que as pessoas devem ficar atentas aos sintomas como febre, coriza, dor de cabeça, dor no corpo e diarreia. Se apresentá-los é recomendado que procurem, inicialmente, uma unidade básica de saúde.

“A dor de cabeça é um sintoma bastante marcante da doença. A dor de cabeça que não cessa com os remédios. Hoje já se coloca que com a apresentação dos sintomas é importante que se faça o teste e se isole dos demais para não contribuir como disseminador do vírus”, afirmou.

Maximino também falou sobre a polêmica relacionada ao uso da hidroxicloroquina e ivermectina. “A hidroxicloroquina e a ivermectina são usadas há décadas para tratamento de diversas patologias. A hidroxicloroquina não foi descoberta ontem e é indicada principalmente em tratamentos em curto prazo, que no caso do Coronavírus é de 7 dias. A ivermectina não tem quase nenhum efeito colateral. É uma droga bastante segurança nesse sentido”, afirmou.

O infectologista reforçou a necessidade do distanciamento social para forma de combater a disseminação da doença. “O desejo de todos é que isso termine rapidamente e, acredito eu, que terminará mais rapidamente se todos aderirem as medidas de distanciamento. O vírus trabalha com essa circunstancia da proximidade. Se você puder manter o distanciamento mesmo com quem você conhece. Porque ainda não há vacina”, relatou ele.

Allyson registrou ainda a importância dos profissionais da saúde nesse momento de pandemia. “São em momentos como esses que a gente vê ainda mais a importância dos profissionais de saúde nas nossas vidas. A gente tem que refletir sobre o papel que cada um desempenha. Nossos parabéns e acima de tudo reconhecimento. Reconhecimento à profissão, não só de forma salarial, mas também de infraestrutura”, finalizou.

COMENTÁRIOS